Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: Dantas

AMORIM: GILMAR E DANTAS OU GILMAR DANTAS, NÃO SABEMOS, PERDEM MAIS UMA BATALHA. AINDA HÁ JUÍZES QUE NÃO SE CURVAM À CRIMINALIDADE

Que país é esse? 6 juizes da Justiça Federal de SP quiseram calar quem prende Dantas 

Paulo Henrique Amorim

Gilmar (e) Dantas não conseguiram enforcar o corajoso Juiz Fausto De Sanctis.

. 8 a 6 !

. Seis juizes federais do Tribunal Regional Federal de São Paulo tentaram calar um juiz que prende criminosos do colarinho branco segundo seu melhor juízo de defensor da Lei.

. Jamais se viu uma pressão tão poderosa partir de um Presidente da Suprema Corte contra um juiz de primeira instância.

. Um Ministro do Supremo que trata os colegas como se fossem seus capangas, que comprometeu a credibilidade da Justiça no Brasil e se confere o direito de telefonar a uma governadora de estado para defender, de novo !!!, Daniel Dantas !!!

. Que país é esse ?

. O que queria Gilmar Dantas, segundo Ricardo Noblat ?

. Humilhar e subjugar de forma irremediável a justiça de primeira instância ?

. Remeter as causas dos brancos e ricos, de olhos azuis às instâncias em que tem “facilidades” ?

. Submeter e fechar as varas que combatem o crime do colarinho branco ?

. O que queria Gilmar Dantas (segundo Noblat) ?

. Consumar um Golpe de Estado de Direita, com a mão de gato do PiG (*) ?

. Julgar juiz que condena rico por “indisciplina” ?

. Prender rico é uma fria ?

. Amedrontar os juizes de primeira instância ?

. Felizmente, por um triz, o Supremo Presidente não enforcou De Sanctis.

. Parece que Ele manda no Tribunal Regional de São Paulo menos do que Ele pensava.

. Um juiz, De Sanctis, que decidiu segundo seu melhor juízo.

. O Supremo Presidente do Supremo perseguiu um juiz que tem uma carreira de que os brasileiros se orgulham.

. Por que o Supremo Presidente, ao contrário, não vai às ruas, como sugeriu Joaquim Barbosa, e testa como os brasileiros o respeitam ?

. Onde já se viu um Presidente da Corte Suprema perseguir um juiz de primeira instância com a ferocidade que Gilmar Dantas (segundo Noblat) dedica a Fausto de Sanctis ?

. Nem tudo está perdido.

. É uma vergonha para o Brasil que um juiz como De Sanctis tenha que se submeter ao que ele já se submeteu.

. De Sanctis teve que se submeter a uma CPI de Amigos de Dantas, em que o Presidente da CPI foi financiado pelo sócio de Dantas.

. Um juiz que teve que depor como réu num processo sobre um grampo sem áudio.

. Cadê o áudio, Ministro Gilmar ?

. Cadê o áudio, Dr. Luiz Fernando Corrêa, o senhor que é acusado de torturar uma mulher, cadê o áudio, Dr. Corrêa ?

. De Sanctis sofreu a pressão do próprio Tribunal Regional Federal de SP, que queria “promovê-lo”, para que não julgasse Dantas.

. Um juiz que sofreu a pressão de três policiais federais, que, no dia em que decretou a prisão de Dantas, foram ao gabinete dele tentar demove-lo.

. Que país é esse ?

. Que democracia é essa ?

. Paulo Lacerda foi degolado por Gilmar Dantas, segundo Noblat, e Nelson Jobim, por causa de um grampo sem áudio.

. Protogenes Queiroz, o inclito delegado, também degolado  por esse Golpe de Estado de Direita.

. Sobraram Joaquim Barbosa, De Sanctis e o Ministério Público Federal.

. Até que Gilmar Dantas (segundo Noblat) feche, como pretende, o Ministério Publico Federal.

. Gilmar foi derrotado.

. Ele perdeu uma batalha, mas não a guerra.

. Ele vai voltar para cima de quem tentar prender brancos, ricos, de olhos azuis.

. Aí, ele é implacável.

. De Sanctis se salvou.

. E o Brasil se rejubila.

. E cumprimenta esse homem de coragem: Fausto de Sanctis

Paulo Henrique Amorim

Leia mais em Educação Política:

ASSOCIAÇÃO DOS JUÍZES FEDERAIS CRITICA GILMAR MENDES POR SER UM “VEÍCULO DE MALEDICÊNCIAS”

NOVA LEI NO BRASIL, ARTIGO 1: RICOS E COM BONS ADVOGADOS NÃO PODEM SER PRESOS EM HIPÓTESE ALGUMA

FOLHA DE S.PAULO ESTÁ CERTA, PERTO DE GILMAR MENDES DITADURA É DITABRANDA; MILITARES SÃO AMADORES FRENTE À MONARCOJURISPRUDÊNCIA

GILMAR MENDES SE INDIGNOU COM A MORTE DE 4 CAPANGAS DE FAZENDEIRO, MAS NÃO COM MAIS DE MIL ASSASSINATOS DE TRABALHADORES SEM-TERRA

 

POLÍCIA FEDERAL ATUA SORDIDAMENTE NO CASO DO DELEGADO PROTÓGENES QUEIROZ E A MÍDIA É COMPLACENTE E CÚMPLICE

Matéria do Estadão sobre os pen drives do delegado Protógenes Queiroz mostra que a Polícia Federal está sórdida e que a mídia tem senso crítico seletivo.

A Polícia Federal está sórdida porque vaza informações de forma ininterrupta de uma apuração sobre, justamente, “vazamento de informação”, que teria sido feito pelo delegado Protógenes.

A mídia tem senso crítico seletivo. Estamos no meio de uma guerra e a notícia do Estadão é uma assessoria de imprensa à banda da política que tenta inocentar Daniel Dantas e, pior, não expõe de forma clara a grande manchete que contém os pen drives de Protógenes, ou seja: “Ministros do governo e senador tinham linha direta com esquema Dantas de corrupção“.  Olha que manchete!! Esse deveria ser o título da matéria, mas falta criticidade. Ou será que faltou jornalismo?

Dentro do jornalismo isso muitas vezes acontece por causa da cumplicidade com a fonte. Nesse caso, a fonte (Polícia Federal) vaza para que seu interesse seja reproduzido. A PF plantou matéria no Estadão. A reportagem do Estadão aceitou!

O esquema Dantas agradece. O jornalismo perdeu uma grande manchete.

Veja trecho da matéria sem faro jornalístico do Estadão.

Arquivos indicam que ministros e parlamentares caíram em grampos

Fausto Macedo/Estadão

Peritos da Polícia Federal identificaram em dois pen drives de uso pessoal do delegado Protógenes Queiroz arquivos ilustrados com 27 fotografias de “autoridades do governo federal, deputados e alvos da Operação Satiagraha”.

Os registros secretos do delegado indicam ainda que essas autoridades podem ter caído no grampo telefônico – provavelmente de forma involuntária porque mantiveram contatos com investigados.

A informação consta do Relatório de Análise de Mídias, página 19, que a PF preparou exclusivamente com base no conteúdo dos pen drives de Protógenes, apreendidos em novembro por ordem judicial.

O delegado armazenou as informações sobre parlamentares e integrantes da administração federal em pastas intituladas pela senha “Brasil”, inseridas no capítulo “dados para a vigilância”.

Também há menção a “áudios interceptados” de suspeitos em contato com autoridades e jornalistas e advogados.

Na página 5 do relatório os peritos reproduziram uma tela capturada em um pen drive de 2 gigabytes de Protógenes com cinco arquivos que indicam que o grampo pode ter pego o ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), o advogado Luiz Eduardo Greenhalgh, ex-deputado e fundador do PT, e o advogado Nélio Machado, que dirige o núcleo de defesa do chefe do Opportunity.

Os arquivos são assim denominados: “Áudio Satiagraha Guilherme x D. Dantas”, “Áudio Satiagraha x Luiz Eduardo”, “Áudio Satiagraha Guilherme x Min. Geddel”, “Áudio Satiagraha Guilherme x Sen. Heráclito Fortes” e “Áudio Satiagraha Nélio Machado”. (texto completo)

Leia mais em Educação Política:

JÁ ESTÁ NA HORA DO MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGAR A POLÍCIA FEDERAL

DITADURA BRASILEIRA FAZIA ÀS ESCONDIDAS; ESTADO JURÍDICO-POLICIAL FAZ À REVELIA DA SOCIEDADE

BRASIL VIVE DEMOCRACIA JUDICIAL-POLICIAL QUE INVERTE O ÔNUS DA PROVA E DO CRIME

GOVERNO LULA DEVE INVESTIR PESADO EM TRANSMISSÃO DE DADOS PARA ACABAR COM A AZIA DA MÍDIA; INTERNET É O MELHOR ANTIÁCIDO

JORNALISMO ECONÔMICO VIROU JORNALISMO ESPECULATIVO; ECONOMISTAS USAM LENÇO NA CABEÇA E JOGAM TARÔ PARA JORNALISTAS

DITADURA BRASILEIRA FAZIA ÀS ESCONDIDAS; ESTADO JURÍDICO-POLICIAL FAZ À REVELIA DA SOCIEDADE

Delegado da PF reclama de buscas e diz que ação atende interesses de Dantas

Marco Antônio Soalheiro
Repórter da Agência Brasil

vitima do estado juridico-policial

Protógenes Queiroz: vítima do estado jurídico-policial

Brasília – O delegado da Polícia Federal (PF) Protógenes Queiroz, ex-coordenador da Operação Satiagraha – na qual o banqueiro Daniel Dantas foi preso duas vezes no mês de julho – queixou-se hoje (7) das buscas e apreensões realizadas pela Corregedoria-Geral da Polícia Federal nesta semana num quarto de hotel onde se hospedava em São Paulo, em sua casa de Brasília e na de seu filho no Rio de Janeiro. Ele vê ligação direta entre a ação e os interesses do banqueiro. A Corregedoria investiga vazamento de informações na Operação Satiagraha.

“Essa busca e apreensão é mais uma vez um estratagema sórdido implantado pelo senhor Daniel Dantas para poder confundir os trabalhos da Operação Satiagraha. Ele é o alvo principal, enquanto nós, investigadores, passamos a ser acusados de crime que não cometemos. A sociedade sabe disso, mas o vértice do aparelho estatal não está sabendo conduzir”, criticou Queiroz.

“O poder desse bandido Daniel Dantas já chegou ao extremo nesse país e dá demonstração muita clara de seus tentáculos, da força que ele tem, mas ninguém é cego, é surdo ou será mudo”, acrescentou.

Foram recolhidos pelos agentes da PF celulares, pen drives e chips de máquinas fotográficas de Queiroz. Em tom de indignação, o delegado disse ter cogitado pedir demissão, por solicitação da família e por se sentir perseguido internamente.

“Antes da deflagração da operação sofri uma vigilância ferrenha e identifiquei a presença de algumas viaturas e pessoas da PF. Durante e depois da operação também continuei a sofrer vigilância. Elas podem ser independentes ou não”, ressaltou.

“Cheguei a pensar nisso [pedir demissão], mas se eu fizesse estaria obedecendo ao que este poder corrupto avassalador que está instalado no país quer que eu faça.”

Apesar de estar afastado da Operação Satiagraha há mais de dois meses, Queiroz reiterou sua confiança de que Daniel Dantas sofrerá uma dura condenação pelo juiz Fausto De Sanctis, da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo.

“Eu, como autoridade policial que investiguei, sei que os dados coletados ali tem indícios e materialidade do crime de corrupção, de gestão fraudulenta já confessa em juízo pelo senhor Daniel Dantas. Tenho certeza que o doutor Fausto de Sanctis vai dar uma sentença à altura do que a sociedade está esperando”, assinalou.

O delegado manifestou ainda o temor de que os fatos ocorridos desde a deflagração da Operação Satiagraha gerem um desestímulo para profissionais que trabalham no combate à corrupção no Brasil.

“A parte mais frágil do sistema foi atingida. A atividade policial se sente, neste momento, no país, muito enfraquecida porque esse ato parte contra um delegado que tem quase 10 anos de sua vida dedicada a grandes operações de combate ao crime organizado e à corrupção. Com pureza d’alma, qual a vontade que vai ter hoje um delegado de estar à frente de um caso de repercussão nacional? “, questionou.

AMORIM REVELA POSSÍVEL ELO ENTRE GILMAR MENDES E DANIEL DANTAS

A NOITE EM QUE MENDES PRECISOU DAR O GOLPE

Paulo Henrique Amorim

Máximas e Mínimas 1403

. Foi no dia 12 de junho, 2008, Brasília, DF.

. Restaurante Original Shundi – CLS 408, bloco A. Telefone: 3244-5101

. Jantar.

. Um policial da equipe do ínclito Delegado Protógenes Queiroz lá chega munido de um celular.

. E fotografa o advogado criminal-mór de Daniel Dantas, Nelio Machado, num grupo.

. Faz parte do grupo o advogado Alberto Pavie Ribeiro, do “Gordilho, Pavie e Frazão, Advogados”, SCN. Qd 01, Bl C, Ed. Brasília Trade Center – sala 1313 – 13º. Andar – telefone (061) 326-1458.

. Pavie é, provavelmente, o elo entre Machado e Dantas com o Supremo Presidente Gilmar Mendes.

. Esta é a suspeita do ínclito Delegado Protógenes Queiroz.

. Estavam no Shundi, grande estrela da gastronomia japonesa de São Paulo, também o Governador de Alagoas, Teotônio Vilela, e a senadora Serys Slhessarenko, do PT de Mato Grosso.

. Queiroz trabalhava na investigação de Dantas e quis fotografar Nelio Machado.

. No dia seguinte, ao chegar ao trabalho, Queiroz não gostou das fotos.

. A qualidade não era boa.

. E pediu a um agente para voltar ao Shundi e conseguir, sem dizer para quê, as fitas das câmeras do próprio restaurante. (Conversa Afiada)

HILARIANTE DANILO GENTILI DO CQC NA COBERTURA DE DANIEL DANTAS

O programa CQC, comandado por Marcelo Tas na Band, dá um show de humor e jornalismo. Melhor que muito jornal que se diz sério.

A INDIGNAÇÃO DO PRESIDENTE DO SUPREMO, MINISTRO GILMAR MENDES

Ministro Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes do Supremo não expressou sua indignação diante das câmeras da grande mídia em relação ao assassinato do garoto João Roberto Amorim Soares, de 3 anos, morto pela polícia do Rio de Janeiro no último dia 6.

O ministro também não se indignou com o fato de militares do Exército terem entregue três jovens a traficantes para serem mortos.

O ministro não se indigna quando a polícia, instituição submetida ao poder Judiciário, comete erros ou graves crimes.

Mas o ministro do Supremo Gilmar Mendes se indignou (Assim como o ex-deputado José Dirceu) quando algemaram Daniel Dantas, acusado pela Polícia Federal por vários crimes financeiros.

Nós, brasileiros, estamos realmente indignados.

MAINARDI E VEJA SÃO ACUSADOS DE PERTENCER À ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA DE DANTAS

Todo mundo está querendo saber: Onde está a anta? Alguém viu uma anta por aí?

O relatório do delegado Protógenes Queiroz, encaminhado ao Juiz Fausto Martin de Sanctis – que serviu de base para o pedido de prisão de Daniel Dantas e outros réus – acusa diretamente as revistas IstoÉ Dinheiro e Veja e os jornalistas Leonardo Attuch, Lauro Jardim e Diogo Mainardi de colaborarem com uma organização criminosa. Mainardi é explicitamente apontado como “jornalista colaborador da organização criminosa”.

O nome do documento é “Relatório Encaminhado ao Juiz Federal Fausto Martin de Sanctis”. É o Inquérito Policial 12-0233/2008. Nele consta Procedimento Criminal Diverso no. 2007.61.81.010.20817.

Foi preparado pela Delegacia de Repressão aos Crimes Financeiros do Departamento da Polícia Federal

Leia o texto completo no site do Nassif

HOMEM DE DIRCEU PROTEGE DANTAS NA POLÍCIA FEDERAL

O diretor-geral da Política Federal, Luíz Fernando Correa (foto) seria seugundo Amorim a barreira que protege Daniel Dantas dentro da Polícia Federal. Correa é considerado o homem de confiança de ex-deputado José Dirceu, que “trabalha para Dantas”. Veja texto completo de Amorim.

Bob Fernandes narras as barreiras impostas pela própria Polícia Federal ao delegado que prendeu Dantas: PF vive guerra interna

leia também: O Inferno de Dantas

10/07/2008 10:17

LULA, GENRO E CORRÊA: NÃO TOQUEM EM QUEIROZ

Paulo Henrique Amorim

Máximas e Mínimas 1256
. Lula, Tarso Genro e Luiz Fernando Corrêa podem mandar o delegado Protógenes Queiroz para o Quinto dos Infernos, município localizado no entroncamento de Frigideira com Corredor, sub-distritos de Brasília.

. Essa história de gangsters, vazamentos, espetacularização, uso indiscriminado de grampos – isso tudo começou algumas semanas atrás, com o Supremo Presidente Gilmar Mendes e seu melhor amigo, Marcio Chaer, no “Consultor Jurídico” – clique aqui para ler sobre o grau de separação que aproxima Mendes de Chaer.

. Já refletia os temores de Dantas de ser preso.

. O objetivo era desmoralizar a Polícia Federal, para abortar a operação.

. Agora, o Ministro Genro, preocupadíssimo, vai investigar “o vazamento”.

. O que pode ser traduzido por: “Vamos pegar o Queiroz !”.

. O que o jornalista Bob Fernandes revelou no Terra Magazine é gravíssimo.

. A Polícia Federal queria proteger Dantas e boicotar o trabalho do delegado Protógenes Queiroz.

. Clique aqui para ler.

. Fernandes mostra como o chefe da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, conhecido como “homem do Dirceu”, tirou o apoio logístico de Queiroz e tentou depositá-lo no corredor,  entregue às moscas.

. O mais grave, porém, das denúncias de Fernandes é a possibilidade de o diretor de Inteligência da PF, o delegado Lorenz, ter sido o responsável pelo vazamento de uma reportagem na Folha (da Tarde*), que quase matou a operação e deu origem à batalha judicial de Dantas para se livrar da cadeia.

. Dantas correu à Justiça, porque deveria saber, de dentro da PF, que aquele vazamento era para detonar Queiroz e protegê-lo (Dantas).

. Veja o que diz Fernandes:

Queiroz começa a fingir que a operação faz água. Cede, aceita conversar com a repórter; Andréa Michael, da Folha de S.Paulo. Mas faz uma exigência aos superiores: quer a presença do diretor geral, Luiz Fernando Corrêa, e de Lorenz, o diretor de Inteligência.

Corrêa não vai, manda alguém da comunicação social. Lorenz, presente. Na conversa, o delegado Queiroz contorna, tergiversa, despista, e guarda tudo o que disse e o que não disse.
Sábado, 26 de Abril. Anunciado o acordo das teles, vem aí a BrOi. No caderno “Dinheiro”, da Folha, em quase meia página a repórter Andréa Michael relata os contornos de uma operação a caminho, destinada a prender Daniel Dantas.

Domingo, 27 de Abril. A operação está morta.

. Eu conversei com o delegado Queiroz naquela manhã de sábado, assim que li a reportagem de Michael.

. Queiroz ainda não tinha lido a reportagem.

. Eu perguntei: de onde saiu isso ?, quem poderia ter vazado ?

. Queiroz respondeu: “eu sei”.

. E a conversa mudou de rumo.

. Queiroz. Michael e Fernandes sabem: só pode ser o terceiro da conversa: o diretor de Inteligência da PF.

. A mando de quem ?

. Onde estamos ?, caro leitor ?

. Avisar ao quadrilheiro que o camburão da Polícia está na esquina ?

. Sempre achei que o Dr. Paulo Lacerda teve que sair da Polícia Federal  porque o Governo Lula sabia que ele ia atrás de Dantas.

. Luiz Fernando Corrêa, indicado por Lula e aceito por Genro, chegou a PF para desmontar a estrutura de Lacerda.

. É ele quem diz isso, como demonstra a reportagem de Fernandes.

. E, agora se vê, tentou dinamitar a investigação de Queiroz.

. Corrêa tem a reputação de ser “homem de Dirceu”.

. Dirceu trabalha para Dantas.

. Foi na administração já de Corrêa que a Polícia Federal considerou que foi um “crime de imprensa” (quá, quá, quá !!!) a “reportagem” que Dantas publicou na Veja com as contas secretas de Lula e Paulo Lacerda no exterior.

. No tempo de Paulo Lacerda, a Polícia Federal era uma Polícia Republicana.

. Hoje, lembra muito a Polícia dos bons tempos do Farol de Alexandria.

. Uma Polícia a serviço dos interesses do Planalto.

. A Polícia Federal de FHC detonou Roseana Sarney, para ajudar a candidatura Serra e culminou com um fax que o agente mandou ao Palácio da Alvorada, diretamente a FHC: “missão cumprida”.

. Clique aqui para ler o que o Conversa Afiada publicou sobre o assunto, a partir do livro de Saulo Ramos. Note-se que nem o Farol nem o presidente eleito José Serra processaram Saulo Ramos.

. (Nos bons tempos do Farol de Alexandria, quando Marcelo Itagiba era Superintendente da Polícia Federal no Rio, sumiram com o delegado Deuler Rocha, que investigava umas falcatruas de Dantas. Rocha foi para Cacha-Prego.

. A remoção de Rocha fez parte do pacote que Dantas negociou diretamente com Fernando Henrique Cardoso, num almoço histórico.

. Os outros pratos servidos no cardápio foram: a destituição de uma diretoria da Previ hostil a Dantas, e a nomeação do ex-sócio de Dantas, Luiz Cantidiano, para presidente da CVM – aquele que deveria “vigiar” Dantas. )

. Lula, Genro e Corrêa morrem de medo do disco rígido.

. E, por isso, se puderem, vão sacrificar Queiroz no altar dos mártires da pátria.

(*) Já estava na hora de a Folha tirar os cães de guarda do armário e confessar, como fez a Folha, que foi “Cão de Guarda” do regime militar. Instigado pelo Azenha – clique aqui para ir ao Viomundo – acabei de ler o excelente livro “Cães de Guarda – jornalistas e censores do AI-5 à Constituição de 1989”, de Beatriz Kushnir, Boitempo Editorial, que trata das relações especiais da Folha (e a Folha da Tarde) com a repressão dos anos militares. Octavio Frias Filho, publisher da Folha (da Tarde), não quis dar entrevista a Kushnir.

Em tempo: O Conversa Afiada pediu às assessorias de imprensa do delegado Luiz Fernando Corrrêa e do Ministro Tarso Genro para que encaminhassem ao Ministro e ao delegado as seguintes perguntas:

. O Delegado Queiroz corre o risco de ser afastado da investigação sobre Dantas e ser mandado para a Ilha do Diabo ?

. O senhor confirma a informação de Bob Fernandes, no Terra Magazine, de que o Delegado Luiz Fernando Corrêa tentou retirar o apoio logístico do delegado Queiroz ?

. O senhor confirma a informação de Bob Fernandes de que foi o Delegado Lorenz quem vazou a informação para a repórter Andréa Michael da Folha de São Paulo com o objetivo de abortar a operação e detonar o delegado Queiroz ?

O Conversa Afiada enviou os e-mails para a assessora de imprensa do Ministro Tarso Genro, Vera Spolidoro, e aos assessores de imprensa do Dr. Luiz Fernando Corrêa, Fagner e Flávia Diniz.

GILMAR MENDES TRANSFORMOU O SUPREMO EM UTI DO COLARINHO BRANCO, DIZ JUIZ

Maierovitch diz que Gilmar Mendes transformou o Supremo em UTI para colarinho branco

Luiz Voltolini
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – O desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo e presidente e fundador do Instituto Brasileiro Giovanni Falcone de Ciências Criminais, Wálter Maierovitch, considerou hoje (10) que houve precipitação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, na libertação do banqueiro Daniel Dantas.

“A mesma precipitação do ministro Marco Aurélio de Mello [do STF] quando libertou o banqueiro Salvatore Cacciola. Foi um tratamento privilegiado. O ministro Gilmar Mendes transformou o STF em UTI para colarinho branco”, afirmou.

Maierovitch, que também é professor de pós-graduação em direito penal e processual penal, disse que o Supremo é um colegiado e a jurisprudência diz que no caso de habeas corpus liberatório, só se concede liminar em flagrante ilegalidade ou abuso de poder, o que não era o caso.

“O STF é caracterizado por sua lentidão, e neste caso o ministro Gilmar Mendes passou a noite de ontem (9) telefonando para São Paulo à cata do juiz de plantão para obter informações. Isso é inusitado. O juiz tem até 24 horas para fornecer informações”, disse.

AMORIM: GILMAR MENDES NÃO QUER BACANA COM ALGEMAS


08/07/2008 20:42

DANTAS: PRESIDENTE MENDES DÁ GOLPE DE ESTADO

Paulo Henrique Amorim

Máximas e Mínimas 1248
. O Presidente Supremo Gilmar Mendes deu entrevista ao jornal nacional em que critica a “espetacularização” das prisões que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal fizeram hoje para interromper a atividade criminosa de Daniel Dantas e uma de suas múltiplas quadrilhas.

. Mendes criticou o uso de algemas.

. E avisou que vai re-examinar o que a Policia Federal e o Ministério Público Federal fizeram.

. O Presidente Supremo já chamou os profissionais federais de gangsters.

. Agora, ele se preparar para desfazer o mais profissional e decisivo golpe que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal já desfecharam contra o crime organizado no país.

. Mendes quer dar um golpe nas instituições.

. Mendes quer fechar a Polícia Federal e o Ministério Público Federal.

. Ele já se considera o Legislativo.

. Ele se considera co e futuro Presidente da República.

. E agora assume, no jornal nacional, o comando da Polícia Federal e destitui o Ministro da Justiça.

. Segundo o jornal nacional, Dantas tentou subornar um policial federal, porque só temia a Justiça de primeira instância, já que no STJ e no STF ele teria “facilidades”.

. É preciso iniciar o processo de impeachment do presidente do Supremo já.

. Ele ameaça dar um Golpe de Estado.

Em tempo: o Supremo Presidente atropela, desautoriza e desqualifica o trabalho de seu colega Joaquim Barbosa e do Procurador Geral da República Antônio Fernando de Souza que, juntos, se debruçaram sobre o envolvimento de Dantas no valerioduto e contribuíram decisivamente para colocá-lo na cadeia. Gilmar Mendes, nesta entrevista no jornal nacional, desrespeitou e ultrapassou todos os limites que uma democracia pode tolerar quando trata da distinção e da hierarquia dos Três Poderes. Ele É o golpe.

Em tempo 2: o Conversa Afiada enviou a seguinte pergunta à assessora de imprensa do Ministro da Justiça Tarso Genro, Vera Spolidoro:

“O Ministério da Justiça vai fazer alguma coisa para defender a Polícia Federal das acusações que Gilmar Mendes fez no jornal nacional? Gilmar Mendes disse que a Polícia Federal dá espetáculo. O Ministro Tarso Genro também acha que a Polícia Federal dá espetáculo?”

DANIEL DANTAS NA CADEIA; QUANDO O SUPREMO VAI SOLTÁ-LO?

%d blogueiros gostam disto: