Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: esporte

7 x 1: o fascínio do futebol está em surpreender a todos, até os alemães

O esporte que mobiliza multidões e milhões de dólares em todo o mundo tem suas razões de ser o que é.

Uma delas é a derrota do Brasil nesta terça-feira (8) no Mineirão por 7 x 1 para a Alemanha.

Nem o mais otimista dos alemães nem o (Continue lendo…)

GALVÃO BUENO SE DESCONTROLA COM UMA BRINCADEIRA DE RENATO MAURÍCIO PRADO NO PROGRAMA DA SPORT TV

FALA DE DILMA SOBRE ORLANDO SILVA DEVERIA SERVIR DE INSPIRAÇÃO PARA MÍDIA QUE FAZ JORNALISMO SEM APURAÇÃO

Será que a mídia ainda se lembra do "princípio civilizatório da presunção da inocência"

A presidente Dilma Rousseff disse, após reunião com o ministro do Esporte, Orlando Silva, na última sexta-feira, que o governo “não condena ninguém sem provas e parte do princípio civilizatório da presunção da inocência”. Uma frase que, no mínimo, deveria servir de inspiração ou provocar reflexão na mídia brasileira.

As denúncias contra Orlando Silva vieram de uma reportagem da revista Veja, cujos métodos de investigação e “apuração jornalística” já se mostraram bastante duvidosos. Aliás, falar em apuração soa até um pouco forçado para o histórico bastante criativo e ousado de Veja.

Como bem disse Dilma, não se trata de defender o ministro dos esportes e já isentá-lo de qualquer culpa, no entanto, não há provas e, se não há provas, nada pode ser feito contra ele. É por isso que o bom jornalismo, quando denuncia, sabe muito bem o que está denunciando, pode provar a denúncia e responder a qualquer crítica que diga respeito à sua apuração. Mas, não é esse o caso da revista em questão.

Veja trecho de notícia sobre o assunto republicada pela Rede Brasil Atual:

Dilma diz que não aceitará condenação sumária de Orlando Silva
Por Luciana Lima da Agência Brasil

Brasília – Após a reunião na noite da sexta-feira (21) com o ministro do Esporte, Orlando Silva, a presidenta Dilma Rousseff disse que o governo “não condena ninguém sem provas e parte do princípio civilizatório da presunção da inocência”. A informação está na nota divulgada pelo Palácio do Planalto. “Não lutamos inutilmente para acabar com o arbítrio e não vamos aceitar que alguém seja condenado sumariamente”, disse a presidenta.

De acordo com a nota, na reunião, o ministro informou à presidenta que tomou todas as medidas para corrigir e punir malfeitos, ressarcir os cofres públicos e aperfeiçoar os mecanismos de controle do Ministério do Esporte.

A reunião de Dilma com Orlando Silva durou cerca de uma hora e meia. O ministro disse que apresentou um relatório contestando ponto a ponto as denúncias feitas pelo policial militar João Dias Ferreira em reportagem da revista Veja.

O ministro relatou ainda para a presidenta que ofereceu a quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico, segundo ele, “porque quer a transparência máxima”. De acordo com Orlando Silva, Dilma sugeriu serenidade e paciência e reafirmou “confiança e solidariedade”. A parte final da reunião, segundo o ministro, foi dedicada a assuntos do ministério. A reunião foi o primeiro encontro de Dilma com o ministro após a publicação das denúncias da revista. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

VEJA A DIFERENÇA ENTRE BRASIL E SUÉCIA: VIDA DE PRÍNCIPE DE VEREADOR NESTA TERRA E VIDA DO PRIMEIRO MINISTRO DA SUÉCIA
GRANDE MÍDIA DORME EM BERÇO ESPLÊNDIDO ENQUANTO A CORRUPÇÃO ROLA SOLTA NO QUARTEL E NO JUDICIÁRIO
RODA VIVA VIROU UMA SALA DA HEBE APARELHADA PELO PSDB; AGORA É RODA MORTA
MINISTROS DO STJ NÃO QUEREM SE EXPOR EM TEMAS POLÊMICOS E RESISTEM À TRANSMISSÃO DAS SESSÕES AO VIVO PELA INTERNET

HUMOR NO FUTEBOL: OS JOGADORES ATORES DA ISLÂNDIA ENCENAM NA COMEMORAÇÃO DO GOL

OS ESTADOS UNIDOS SERÃO EM BREVE TAMBÉM UMA POTÊNCIA MUNDIAL NO FUTEBOL

Torcedoras norte-americanas na copa do mundo

CLIMA DE COPA – Desde a copa do mundo dos Estados Unidos, em 1994, o país do basquete e do futebol americano, apresenta um futebol competitivo e forte nos gramados. O Brasil suou para ganhar naquele ano em que levou a copa. Foi 1 a 0 com expulsão do lateral Leonardo.

Atualmente, a equipe estadunidense já se apresenta em pé de igualdade com as tradicionais seleções da Europa e logo poderá superá-las. Na copa das confederações superou as seleções europeias e jogou a final contra o Brasil. Por pouco não ficou com o título.

Os Estados Unidos têm tudo para se tornarem uma potência no futebol. Assim como o Brasil, têm uma grande população e um grande território, além da presença de brancos e negros, que compõem uma mistura que dá força e técnica ao esporte. E uma vantagem: um poderio econômico que pode desequilibrar na hora de financiar estrutura e o desenvolvimento do esporte.

Hoje, com gol aos 45 do segundo tempo contra a Argélia na copa da África do Sul, fez um jogo emocionante para os garotos da terra do Tio Sam, uma geração que virá com história no futebol.

Leia mais em Educação Política:

QUEM TEM MEDO DA REDE GLOBO? DUNGA, TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA, ENFRENTA A GRANDE MÍDIA
“VOTE NO DEPUTADO DA MOTOSSERRA”: URNA PARA PRESIDIÁRIO É A COISA MAIS ESTÚPIDA QUE A DEMOCRACIA PODE FAZER
ROBINHO CHAMOU PARA SI A RESPONSABILIDADE DE SER O CRAQUE QUE ARMA O TIME NO JOGO CONTRA A CORÉIA DO NORTE
BLOGOSFERA: LULA NÃO ENTENDE NADA E É UM IGNORANTE QUE FEZ ALGUMA COISA PELO BRASIL

REDE GLOBO E O MONOPÓLIO DA INFORMAÇÃO NA COPA DO MUNDO E NAS OLIMPÍADAS

Por Chico Cerrito

A cobertura exagerada da copa feita pela Rede Globo, que enviou mais de 200 profissionais a África, é garantida pela pesada verba publicitária dos patrocinadores dessa cobertura, inclusive uma cervejaria e uma lanchonete multinacional de “fast-food”, ambos produtores de bebidas ou alimentos incompatíveis com o esporte e com a boa nutrição, a associação de álcool e gordura ao esporte é proibida em vários países desenvolvidos.
É bom lembrar que essa rede de comunicação quase linchou politicamente o atual Ministro da Saúde quando esse se queixou, tempos atrás, das campanhas publicitárias de cervejas em horário nobre, insuflando o consumo de álcool pela juventude, com mulheres lindas, iates, festas, carros e outros objetos de desejo da sociedade burguesa, tal qual há pouco faziam as fábricas de cigarros.
Posto isto, a equipe jornalística esportiva da Rede Globo nunca aceitou Dunga como técnico, pois este acabou com constantes entrevistas exclusivas para as empresas da rede, não aceita escalações de falsos entendidos e nem deixa passar batido provocações baratas de repórteres.
A TV Globo ainda tem grande audiência nessas suas insuportáveis transmissões esportivas porque a qualidade técnica é muito boa e tem a exclusividade da FIFA, como tem infelizmente do Grupo dos 13 no Campeonato Brasileiro, o que lhe garante patrocínios de alto valor, fechando o círculo viciado do monopólio lucrativo.
Com a realização da Copa de 2014 no Brasil, a emissora já deve saber das dificuldades que encontrará com a exclusividade de sempre, a FIFA parece estar revendo sua orientação, sendo que a Rede Globo não tem os direitos de transmissão da Olimpíada de 2012 em Londres e provavelmente a COPA de 2014 e a Olimpíada de 2016, ambas no Brasil terão múltiplas transmissoras.
Tomara.
A par disso tudo, a exploração da transmissão de canais de televisão pelas leis brasileiras são concessões de serviços públicos, para os quais deveriam existir licitações, mas que de forma imoral e com a complacência dos órgãos de fiscalização, foram ao longo dos tempos sendo distribuídos (e prorrogados, inclusive pelo atual governo) de maneira a atender e apaziguar interesses, de forma escusa, e sem qualquer retorno, controle ou compensação a sociedade.
Criou-se um monstruoso oligopólio, tal qual e ainda mais fechado que no restante das comunicações, mas neste caso, montado escandalosamente sobre concessões públicas obtidas com gratuidade aparente.

Leia mais em Educação Política:

QUEM TEM MEDO DA REDE GLOBO? DUNGA, TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA, ENFRENTA A GRANDE MÍDIA
ROBINHO CHAMOU PARA SI A RESPONSABILIDADE DE SER O CRAQUE QUE ARMA O TIME NO JOGO CONTRA A CORÉIA DO NORTE
ANATEL É O APARELHO REPRESSOR DA DITADURA DA MÍDIA NO BRASIL
SERRA É O MAIOR BENEFICIADO COM ABUSO DE PODER ECONÔMICO E POLÍTICO EM RÁDIO, TV E JORNAL, MAS A ESTRATÉGIA É DAR O GOLPE
%d blogueiros gostam disto: