Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: filtros

FILTRO BOLHA: ELI PARISER E O CONTROLE DA INTERNET PELOS FILTROS INVISÍVEIS DAS EMPRESAS DE TECNOLOGIA COMO GOOGLE E FACEBOOK

Veja mais em Educação Política:

NA ERA DO CONHECIMENTO, O QUE AS PESSOAS DESEJAM MESMO É UM FILTRO PARA ORGANIZAR AS MILHARES DE INFORMAÇÕES DE CADA DIA

Em 2014 o tráfego global na rede deve chegar a 767 exabytes no ano (um exabyte é um quintilhão de bytes, algo com nada menos que 18 zeros depois do 1…)

Todos nós sabemos, ou melhor, sentimos, o impacto da grande quantidade de informação que absorvemos e que produzimos diariamente. E isso inclui não apenas as pessoas que passam grande parte do dia conectadas à internet, como também todas aquelas que simplesmente saem à rua. Hoje, sair às ruas é quase insuportável. São tantos carros, tantas luzes, tantas vozes, tantas placas, tantos cartazes, anúncios, tantos convites…Tanta coisa! É coisa demais pra tempo e cabeça de menos.

Na rua ou em frente a um computador, as informações nascem e multiplicam-se à nossa frente. Um texto interessante publicado pelo Terra Magazine traz gráficos, dados e histórias interessantes a respeito desse mundo do dia a dia, bit a bit.
Em outras coisas, a reportagem revela que, há um certo tempo, a quantidade de informação gerada por pessoas e sistemas, informatizados e conectados, já não tem nem mais onde ser guardada, situação que ocorre desde 2007.

Diante de uma situação tão caótica, praticamente imploramos por uma espécie de filtro que organize nossa vida, que contenha o fluXo intermitente de dados, convites, promoções. Hoje, já existem alguns mecanismos eficientes de filtragem de mensagens eletrônicas (emails), no entanto, o ideal seria estender o filtro para outros setores também. Sem dúvida, o responsável pela descoberta de como nos devolver um pouco da paz e tranquilidade que, mesmo sem perceber, estamos perdendo, será avidamente homenageado!

Veja trecho de texto publicado no Terra Magazine comentando esse assunto:

Era da informação: dados demais, filtros de menos?
Por Silvio Meira

há pouco mais de um ano, este blog publicou um texto sobre o “dilúvio informacional” dentro do qual tentamos navegar no imenso oceano de dados em rede do mundo contemporâneo, para entender um pouco da era da informação e do conhecimento. nosso ponto de partida foi um relatório especial da economist sobre como estamos gerando dados e vivendo cercados por eles, quase sem ter como escapar

inclusive porque já estamos na situação em que a torrente de informação gerada por pessoas e sistemas, informatizados e conectados, já não tem nem mais onde ser guardada, como mostra o gráfico ao lado. e isso há tempos: desde 2007, se cria bem mais informação do que os sistemas de arquivos podem armazenar. mas não é só a criação que importa, é o fluxo de informação também: segundo a CISCO, o tráfego global na internet cresceu 45% em um ano [entre 2009 e 2010], chegando a 15 exabytes por mês.

e os sinais são de que tal fluxo será quatro vezes maior em 2014, chegando a 767 exabytes no ano. leve em conta que um exabyte é um quintilhão de bytes, algo com nada menos que 18 zeros depois do 1… e pense no volume de dados indo de um ponto a outro na rede mundial. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

CAMPANHA POR BANDA LARGA UNIVERSAL QUER GARANTIR INTERNET BARATA, RÁPIDA E PARA TODOS
A REVOLUÇÃO AGORA É TUITADA
PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA PODE AJUDAR A DESENVOLVER PESQUISA E TECNOLOGIA NO BRASIL
72% DOS PROJETOS RELACIONADOS AO PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA FORAM EXECUTADOS EM 2010, DIZ ANATEL
%d blogueiros gostam disto: