Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: futebol

7 x 1: o fascínio do futebol está em surpreender a todos, até os alemães

O esporte que mobiliza multidões e milhões de dólares em todo o mundo tem suas razões de ser o que é.

Uma delas é a derrota do Brasil nesta terça-feira (8) no Mineirão por 7 x 1 para a Alemanha.

Nem o mais otimista dos alemães nem o (Continue lendo…)

Vexame da imprensa! Copa faz estrangeiros conhecerem a manipulação da mídia brasileira

A Copa do Mundo de futebol está fazendo algo inesperado no campo do jornalismo e da mídia brasileira. Com a presença grande de turistas e jornalistas do mundo todo no Brasil, a mídia internacional está descobrindo a falta de profissionalismo (Continue Lendo…)

A COPA DO MUNDO, DA DITADURA À DEMOCRACIA: 43 ANOS COM AS MESMAS FIGURAS NA LINHA DO TEMPO

Linha do Tempo

Por Luís Fernando Praguinha
Especial para o Educação Política

Rodrigo Lobo1970 – Brasil campeão do mundo no México com possivelmente a melhor seleção de futebol de todos os tempos. Eu dava meus primeiros chutes e já trazia no sangue, ainda intrauterino, a aptidão pra perna de pau que me acompanharia a vida toda.

Tínhamos como lemas, “Pra frente Brasil” e “Brasil, ame-o ou deixe-o”

Tínhamos também Pelé, Tostão, Rivelino, Gerson e outros cabeças de bagre.

Só pra lembrar, faz 43 anos… vou lembrar mais uma vez, faz 43 anos.

João Havelange era o presidente da CBF, Zagalo era o técnico da amarelinha, porque o bobo do João Saldanha não queria que generais escalassem seu time, Carlos Alberto Parreira era o preparador físico, José Maria Marin era nosso excelentíssimo deputado estadual, José Sarney era senador da república, então uma ditadura militar presidida pelo generoso general Médici, mas alguns subversivos afirmam que ele mandava torturar as pessoas. Eu não vi nada disso. O estudante Eike Batista faria 14 anos em 1970, que belo rapazola, mas não era coleguinha de um outro estudante comunista chamado Aldo Rebelo que tinha a mesma idade. Dilma Rousseff e meu avô, um jornalista subversivo, estavam na cadeia onde recebiam muitos presentes.

Falando em jornalista subversivo, em 1975, Vladmir Herzog foi encontrado suicidado na sede do DOI-CODI, mas isso não tem nada a ver com os militares nem com o Marin.

Antes, em 74, tivemos o carrossel holandês que a Alemanha brecou e nosso glorioso Havelange foi eleito presidente da FIFA, quanta honra!

Em 78 a Argentina, na Argentina, que também gostava das mesmas coisas que o Brasil, na época, ganhou uma copa que foi mesmo do Peru.

Em 82 vi jogar a melhor seleção que vi jogar, era um tempo em que ficávamos tristes quando a seleção perdia. Tinha também outro subversivo que se chamava Sócrates, e acho que foi por isso que perdemos.

Em 83 algumas pessoas quiseram eleições diretas, veja que desplante, mas não deu certo e em 85 o senador Sarney (incrível que ele ainda era senador, não?) virou presidente, o único civil durante o estado de exceção.

Em 86 perdemos outra copa e tive pena do Telê.
Em 89 o Ricardo Teixeira Genro do Havelange foi eleito presidente da CBF, elegemos também, finalmente, por meio do voto popular, um legítimo representante do povo, o Collor e logo mais, em 90, fizemos feio de novo com o Lazaroni.

Em 1992 as pessoas pararam de gostar do Collor e enxotamos ele de lá de uma vez por todas, mais ou menos.

Em 94, o Parreira virou técnico e o Zagalo assistente técnico e provamos que é possível ser campeão jogando feio e mal, mas com o Romário. Também elegemos Fernando Henrique Cardoso presidente, com uma história de militância esquerdista, mais ou menos, vejam vocês.

Em 98 o Ronaldo teve problemas e o subversivo Lula também, então elegemos o FHC novamente, com uma história de militância de extremo centro e o Havelange foi eleito presidente de honra da FIFA, quanta honra, e Joseph Blatter assumiu a presidência da entidade, preservando o mesmo jeitinho Havelange presidir.

Em 2002 os problemas do Ronaldo já tinham passado, graças ao Rivaldo, São Marcos e toda a família Felipão, aí ganhamos o penta, que honra. Nesta época Havelange e Ricardo Teixeira com muito esforço, trabalho e dedicação, já tinham conseguido engordar em muito seu patrimônio, administrando empresas sem fins lucrativos. Meu avô morreu pouco antes da final da copa. Neste ano o Lula conseguiu, graças ao meu voto, ser eleito presidente da república, desta vez sim, um legítimo representante do povo, uma mudança real, por isso, tudo mudou tanto assim.

Em 2006, interessante, acabo de notar que ano de copa é sempre ano eleitoral, coisas do destino, bem, em 2006, o Lula ganhou de novo, não graças ao meu voto, e o Brasil perdeu a copa na Alemanha com um elenco gordo de gordos salários, mas o que de pior aconteceu na copa da Alemanha foi a morte do gordo de humor, Bussunda. Também neste ano as pessoas se esqueceram de novo e o Fernando Collor voltou na figura de um voluptuoso senador.

Em 2010 perdemos na África do Sul, o Lula elegeu a Dilma, que já tinha saído da cadeia, o Romário, é, o Romário, foi eleito deputado federal para infernizar as defesas da CBF, mas o que de pior aconteceu naquela copa foi a vuvuzela e o estilo ditatorial militar do Dunga, quem diria, em plena democracia, mais ou menos.

Em 2012 Ricardo Teixeira renuncia à presidência da CBF por motivo de força maior que a transparência, e o José Maria Marin, aquele que mamava nas tetas da ditadura mas que não tem nada a ver com o assassinato de ninguém, entrou em seu lugar.

2013, quarenta e três anos depois, Jean-Marie Faustin Goedefroid Havelange, o João, renunciou à presidência de honra da FIFA sob acusação de receber propina junto com seu genro Teixeira, mas acho que eles jamais fariam isso, mas aí a própria FIFA divulgou documentos que provavam a corrupção, aí eu não digo mais nada, coitados.

Recentemente, olha que bacana, houve convocação para a seleção. Parreira e Marin lado a lado na bancada para a coletiva. O Parreira falava sobre a impossibilidade de liberar Dante e Luiz Gustavo, do Bayer de Munique, para jogarem a final da copa da Alemanha, pois o amistoso do Brasil contra a Inglaterra no Maraca… Maracu…, naquele estádio novo que eu não lembro o nome, de propriedade daquele estudante Eike Batista, era mais importante, afinal é o Brasil, ame-o ou deixe-o, Dante e Luiz Gustavo.

O Sarney continua senador, mas agora com o Collor junto. O estudante Aldo Rebelo virou ministro dos esportes da Dilma e ambos parecem compactuar com essa inércia.

Eu amo futebol, que lástima, hoje só não temos mais aqueles cabeças de bagre do terceiro parágrafo, o resto ainda temos. Eu amo o Brasil, não vou deixá-lo, fazer o que? Mas quem ama o Brasil não precisa amar a seleção da CBF, não precisa amar o Fuleco nem a caxirola, não deve amar o Parreira, quem ama o Brasil deve se decepcionar com o Aldo, com o Lula e com a Dilma, se quiser pode até ter medo deles, deve ter medo do Eike Batista, do Marin, do Havelange, do Teixeira, do Sarney, do Collor, mas aquele medo que só faz querer enfrentar sem subestimar, porque teremos que enfrentar.

Quem ama o Brasil tem nojo dessa cortina de fumaça que encobre podres tão evidentes. São 43 anos mandados pelas mesmas figuras nefastas que fazem de tudo para manter uma legião de miseráveis, ignorantes, incultos, iletrados que gostam muito de futebol.

Imagina na Copa. Pense na Eleição. Cogite a Revolução.

Veja mais:

FUTEBOL INTELIGENTE: MARGARETH THATCHER TINHA UM PENSAMENTO MUITO NOCIVO: “NÃO EXISTE SOCIEDADE”

FUTEBOL SEGUNDO O ARTISTA: A LOCUÇÃO DA GLOBO, VIA GALVÃO BUENO, É PATERNALISTA, MORALISTA E CRIA CONTEÚDO NEFASTO

GALVÃO BUENO SE DESCONTROLA COM UMA BRINCADEIRA DE RENATO MAURÍCIO PRADO NO PROGRAMA DA SPORT TV

TORCEDOR

Você gosta de futebol todos os dias

mas se esquece da escola da tua filha

Você não aceita a segunda divisão

mas o  ensino tá na última posição

 

Você briga, xinga e quebra cadeiras do estádio

Tanta energia de graça pros cartolas

Não percebe que perdeu a sua hora

Nesse exemplo explosivo imaginário

 

Você ama piada, cerveja e pelada

Mas isso em sua vida é quase nada

Te dizem que é bom vencer a Argentina

Mas você sabe, a vida pode ser mais linda, bem mais linda.

 

Se você olhar, o mundo pode te escutar

Se você quiser, o mundo pode sonhar

Se você ousar, o mundo pode mudar

 

Para ter amor, é preciso brigar por algo de valor

Você reclama de saúde e educação

mas não se mexe para ver a solução

Quando fica mal não vê a própria dor

 

Você acredita no primeiro falastrão

que leva todo seu dinheiro para o ralo

Você gosta mesmo é de ser enganado

Enquanto só torce, o pilantra mete a mão

 

Você diz que todos são corruptos iguais

Esse lugar comum não resolve o problema

É preciso distinguir para entender o esquema

O jovem que aprende não esquece jamais

Veja mais em Educação Política:

O RETRATO DO PAI
O TEATRO PODE APARAR NOSSAS ARESTAS DA IMBECILIDADE
LUC FERRY: A FILOSOFIA NO PASSADO, PRESENTE E FUTURO E SUA RELAÇÃO COM O ESTOICISMO
VELHOS POEMAS

HUMOR NO FUTEBOL: OS JOGADORES ATORES DA ISLÂNDIA ENCENAM NA COMEMORAÇÃO DO GOL

EM ÉPOCA DE COPA DO MUNDO, UM VÍDEO COM SITUAÇÕES ESTRANHAS NO FUTEBOL

OS ESTADOS UNIDOS SERÃO EM BREVE TAMBÉM UMA POTÊNCIA MUNDIAL NO FUTEBOL

Torcedoras norte-americanas na copa do mundo

CLIMA DE COPA – Desde a copa do mundo dos Estados Unidos, em 1994, o país do basquete e do futebol americano, apresenta um futebol competitivo e forte nos gramados. O Brasil suou para ganhar naquele ano em que levou a copa. Foi 1 a 0 com expulsão do lateral Leonardo.

Atualmente, a equipe estadunidense já se apresenta em pé de igualdade com as tradicionais seleções da Europa e logo poderá superá-las. Na copa das confederações superou as seleções europeias e jogou a final contra o Brasil. Por pouco não ficou com o título.

Os Estados Unidos têm tudo para se tornarem uma potência no futebol. Assim como o Brasil, têm uma grande população e um grande território, além da presença de brancos e negros, que compõem uma mistura que dá força e técnica ao esporte. E uma vantagem: um poderio econômico que pode desequilibrar na hora de financiar estrutura e o desenvolvimento do esporte.

Hoje, com gol aos 45 do segundo tempo contra a Argélia na copa da África do Sul, fez um jogo emocionante para os garotos da terra do Tio Sam, uma geração que virá com história no futebol.

Leia mais em Educação Política:

QUEM TEM MEDO DA REDE GLOBO? DUNGA, TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA, ENFRENTA A GRANDE MÍDIA
“VOTE NO DEPUTADO DA MOTOSSERRA”: URNA PARA PRESIDIÁRIO É A COISA MAIS ESTÚPIDA QUE A DEMOCRACIA PODE FAZER
ROBINHO CHAMOU PARA SI A RESPONSABILIDADE DE SER O CRAQUE QUE ARMA O TIME NO JOGO CONTRA A CORÉIA DO NORTE
BLOGOSFERA: LULA NÃO ENTENDE NADA E É UM IGNORANTE QUE FEZ ALGUMA COISA PELO BRASIL

QUEM TEM MEDO DA REDE GLOBO? DUNGA, TÉCNICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA, ENFRENTA A GRANDE MÍDIA

Dunga não se submete à Rede Globo

Clima de Copa – Desde a divulgação dos jogadores que fariam parte da seleção brasileira, Dunga mostra um comportamento arredio em relação à imprensa. É talvez o primeiro técnico da seleção brasileira que enfrenta a mídia de frente.

Ele é turrão, é cabeça dura. Mas é assim que tem que ser para não se submeter ao poderio da Rede Globo e parte da velha mídia.

Muitos jornalistas queriam escalar o time do Brasil, mas Dunga reafirmou que ele era o técnico e essa era a seleção.  Dunga não aguenta mais a grande mídia. As ofensas de Dunga ao repórter da Globo expressam o assédio promovido pela grande mídia.

Os políticos temem a Rede Globo e parte da grande mídia, mas o técnico da seleção brasileira parece não se importar muito com isso. Os domínios da grande mídia não são questionados somente na prática jornalística, mas também no esporte nesta copa.

A Rede Globo quer agora derrubar o técnico da seleção porque não é comportado. O poder político da Rede Globo está cada dia mais sendo questionado e talvez seja necessário baixar a bola.

Vi no Nassif

Leia mais em Educação Política:

GRANDE MÍDIA QUER BOTAR A MÃO NO DINHEIRO QUE HOJE VAI PARA INFRAESTRUTURA E NO COMBATE A DESIGUALDADE SOCIAL
REDE GLOBO USA CONCESSÃO PÚBLICA DE TELEVISÃO PARA FAZER PROPAGANDA SUBLIMINAR DE JOSÉ SERRA, CANDIDATO DO PSDB
A VITÓRIA DE DILMA NAS ELEIÇÕES DO FINAL DO ANO SERÁ A SEGUNDA DERROTA DA GRANDE MÍDIA E UMA CONQUISTA DA DEMOCRACIA BRASILEIRA
ALTERCOM PODE SER O EMPURRÃO QUE FALTA PARA O INÍCIO DE UM PROCESSO DE DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA NO BRASIL

ROBINHO CHAMOU PARA SI A RESPONSABILIDADE DE SER O CRAQUE QUE ARMA O TIME NO JOGO CONTRA A CORÉIA DO NORTE

Robinho seria um novo meia?

Clima de copaEducação Política quase nunca traz algo sobre o futebol. Uma porque dificilmente assisto, apesar de até os14 anos nunca ter perdido um jogo de decisão de vários campeonatos. Era realmente apaixonado, mas a poesia tomou conta dos interesses após os 15 anos.

Mas em Copa do Mundo o clima fica diferente e a festa se mistura com a competição. O jogo de ontem do Brasil foi difícil de assistir, mas teve algo interessante nos pés de Robinho.

Robinho chamou para si a responsabilidade de ser o craque da seleção brasileira e de levar o time à frente. Ele foi uma espécie de armador, vindo buscar a bola e dando opções ao time.  A experiência no exterior e a volta ao Brasil deu maturidade ao jogador, que pode desempenhar uma outra função, principalmente com a dificuldade apresentada por Kaká. O problema é saber se Robinho terá condições de assumir essa responsabilidade em plena Copa do Mundo. De atacante para um meio armador, como fez no passe do gol de Elano.

Leia mais em Educação Política:

PESQUISA MOSTRA QUE BRASILEIRO NÃO LÊ PORQUE PREFEITOS NÃO INVESTEM EM BIBLIOTECAS
PSDB QUIS VENDER E MUDAR O NOME DA PETROBRAS, MAS AGORA É UMA DAS MARCAS MAIS VALIOSAS DO MUNDO
OS R$ 7 BILHÕES DO FUNDO DE TELECOMUNICAÇÕES (FUST) DEVERIAM SER APLICADOS TOTALMENTE NO PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA
VEJA SÓ COMO É O LIBERALISMO NAS TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL: CAPITALISTAS NÃO GOSTAM DE CAPITALISMO, PARA ELES

ARGENTINA, MÉXICO, CUBA E ATÉ O PARAGUAI DÃO DE DEZ A ZERO NA EDUCAÇÃO DO BRASIL

Entre países da América Latina, Brasil ocupa a décima posição em relatório da Unesco

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Já pensou essa torcida defendendo a educação do Brasil?

Já pensou essa torcida defendendo a educação do Brasil?

Brasília – Em relatório divulgado hoje (25) pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o Brasil fica atrás de dez países da América Latina no cumprimento de metas para melhoria da educação.

Cuba lidera o ranking dos países que tem melhorado aspectos como a expansão da educação na primeira infância, a garantia do ensino de qualidade e o aumento das  taxas de alfabetização de adultos. Os dados são referentes a 2006. Essas metas foram estabelecidas pelo compromisso Educação Para Todos, firmado durante a Conferência Mundial de Educação em Dacar, no ano 2000.

O Brasil, assim como a maioria dos países da América Latina e do Caribe, está no grupo “intermediário”, entre aqueles classificados como “longe de atingir as metas” e “perto de atingir as metas”. A lista é feita a partir do cálculo do Índice de Desenvolvimento do Educação para Todos (IDE), que varia de 0 a 1. Apesar de deficiências no ensino, o relatório diz que o Brasil deve cumprir o acordo até 2015. Confira o ranking.

1.Cuba
0,981
2.Uruguai 0,963
3.Argentina / México
0,956
4. Panamá
0,941
5. Paraguai
0,935
6. Venezuela
0,934
7. Peru
0,931
8. Equador
0,919
9. Bolívia
0,915
10. Colômbia
0,905
11. Brasil
0,901
12. Honduras
0,887
13. El Salvador
0,867
14. República Dominica
0,824
15. Guatamela
0,819
16. Nicarágua
0,799

* Chile e Costa Rica não foram avaliados em 2006

Veja também em Educação Política:

PARANÁ, SANTA CATARINA, MATO GROSSO DO SUL, RIO GRANDE DO SUL E CEARÁ NÃO QUEREM VER A EDUCAÇÃO DO BRASIL MELHORAR

O BRASIL PRECISA DE UMA NOVA IDEOLOGIA: A IDEOLOGIA DA EDUCAÇÃO

SINDICALISTAS CRITICAM SECRETÁRIOS DE EDUCAÇÃO QUE ARTICULARAM CONTRA PISO PARA PROFESSORES

LUCRO DO PETRÓLEO NA EDUCAÇÃO; ESSA DEVE SER UMA BANDEIRA DOS EDUCADORES

OLHA A DECLARAÇÃO DA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO

%d blogueiros gostam disto: