Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: ideologia

‘O CHAVISMO É O COMUNISMO BOLCHEVIQUE DA RÚSSIA QUE ESTÁ TOMANDO A VENEZUELA’; O ENTREVISTADOR NÃO AGUENTA E DÁ RISADA

KKKK, apresentador John Pilger, australiano que fez carreira na Inglaterra, dá risada do entrevistado. E a mídia brasileira repete esse mesmo discurso ignorante e ideológico. O vídeo é o trecho do documentário Guerra contra a Democracia.

Vi no Contexto Livre

Veja mais em Educação Política:

O SONHO SOCIAL-DEMOCRATA ACABOU E FOI FHC QUEM LEVOU O PSDB AO ÍNDIO DA COSTA E À EXTREMA-DIREITA

A responsabilidade pela presença de Índio da Costa (deputado do DEM já apelidado de Sarah Palin, vice republicana nas últimas eleições dos EUAS e que representa a ala mais conservadora) como vice de José Serra é de Fernando Henrique Cardoso e remonta à eleição de 1994. Fernando Henrique é o grande articulador que colocou o PSDB na extrema-direita. Não era para menos, Plínio conta como FHC traiu quem lutava contra a ditadura.

O PSDB era para ser um partido como o próprio nome diz, social-democrata, mas o destino diz lhe reservou outra posição na política. Em 1994, ao articular uma aliança com os setores mais conservadores e atrasados do Brasil, muitos crescidos na política à sombra da ditadura militar, FHC jogou o PSDB no caminho da extrema-direita. FHC estava interessado em poder, em ser presidente da República, e sacrificou o PSDB para isso. O governo de Fernando Henrique foi um governo dos sonhos do DEM, com desemprego, concentração de renda, liberalismo exacerbado, privatizações e pressão intensa contra as conquistas sociais da população, seja no campo do trabalho ou do bem-estar social. Depois de FHC, o PSDB criou uma identidade próxima ao DEM.  Além disso, o crescimento do PT em todo o Brasil fez com que os dois partidos não pudessem mais se separar.

O PSDB sonhou um dia em ser o que o PT é hoje, um partido liberal-democrata com um viés social. O PT está completamente integrado ao liberalismo e isso irrita profundamente os tradicionais ideólogos do PSDB. Esse deveria ser o papel do PSDB, mas a aliança os 16 anos com o DEM (ex-Arena, PDS, PFL) provocou um amálgama ideológico inseparável. Atualmente não é possível saber se José Serra é mais ou menos à direita do que Sarah Palin ou Índio da Costa. Acusar o estado Boliviano de traficante, acusar o PT de ligação com às Farcs, narcotráfico etc mostra que não há política públicas para o país, mas fantasmas. O DEM é o fantasma do PSDB e o sonho social-democrata acabou, se é que um dia existiu.

Leia mais em Educação Política:

BRASILEIRO PAGA DEZ VEZES MAIS POR BANDA LARGA E O DEM, PARTIDO DO VICE DE JOSÉ SERRA, FAZ O TRABALHO SUJO QUE NEM AS TELES OUSARAM FAZER
ESTE GRÁFICO PODE DECIDIR SEU VOTO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES PRESIDENCAIS DO BRASIL
HERANÇA DA TORTURA DA DITADURA MILITAR, QUE O STF LEGITIMOU, ESTÁ NA ESSÊNCIA DA CRUELDADE DA MORTE DE ELIZA SAMÚDIO
ASCENSÃO DE DILMA NO PLANO NACIONAL COLOCA A DISPUTA EM SÃO PAULO NO OLHO DO FURACÃO

REVISTA VEJA É A FACE ATUALIZADA DE 500 ANOS DA DESIGUALDADE ECONÔMICA E SOCIAL DO BRASIL

Uma das inúmeras críticas gráficas à revista na internet

Você pode se perguntar por que o Brasil se transformou no país mais desigual do mundo? Parece difícil de entender isso. É um processo histórico complexo, mas a revista Veja, da Abril, pode ajudar a entender essa cultura da desigualdade e da (leia mais)

POLÍTICA IDEOLÓGICA DE PAULO RENATO DE SOUZA, SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO, É FAZER DISCURSO CONTRA IDEOLOGIA

Paulo Renato de Souza desconhece o curso de Pedagogia da Unicamp

Por Roberto Greene

Ao tentar defender a política meritocrática repaginada pela Secretaria de Estado de Educação de São Paulo, o Sr. Secretário da Educação Paulo Renato Souza atribui grande responsabilidade pelos problemas da escola aos professores e à sua formação, apontando as Faculdades de Educação, e nominalmente a Unicamp e Usp, pelos males da Educação do Estado de São Paulo. Saiba mais

%d blogueiros gostam disto: