Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: Linux

PESQUISADORES BRITÂNICOS PRETENDEM COMERCIALIZAR ATÉ O FIM DESSE ANO COMPUTADOR DE R$ 50 QUE USARÁ LINUX E EXIBIRÁ FILMES EM ALTA DEFINIÇÃO

Pequeno no preço e no tamanho

O “Raspberry Pi” é uma placa do tamanho de um cartão de crédito com saídas USB e HDMI e com memória variando entre 128 MB e 256 MB, sendo que o de memória menor chegaria ao mercado com um custo de apenas R$50,00; e o de maior memória com um custo de R$ 70,00.

Pequeno no tamanho e no preço, o computador desenvolvido por pesquisadores britânicos da Universidade de Cambridge é capaz de produzir vídeo em alta definição e opera com o que a tecnologia produziu de melhor em termos de economia de espaço, armanezamento e transmissão de dados.

“O principal objetivo do projeto é criar um computador barato para ser usado como “brinquedo” por crianças e incentivar o estudo da informática em pessoas mais jovens para que cheguem à universidade mais interessadas e com mais conhecimento sobre computadores”, como revela notícia publicada pelo portal G1.

Cada vez menores, testando sistemas operacionais alternativos, a nova geração de computadores chega ao mercado com rapidez e, o que é melhor, com preços cada vez mais viáveis. Não poderíamos chamar de outra coisa que não seja uma espécie de democratização da tecnologia e da informação.

Veja trecho de notítica sobre o assunto:

Computador de R$ 50 usará Linux e exibirá filmes em alta definição
‘Raspberry Pi’ é uma placa do tamanho de um cartão de crédito.
Sistema usa processador ARM e poderá ser ligado a uma TV.
Por Altieres Rohr

Pesquisadores britânicos ligados à Universidade de Cambridge acreditam que irão comercializar até o fim de 2011 um computador batizado de “Raspberry Pi”. O sistema é na verdade uma placa do tamanho de um cartão de crédito com saídas USB e HDMI para que possa ser conectado à TV, teclado e mouse.

O computador terá dois modelos. O mais simples, modelo A, custará US$ 25 (cerca de R$ 50) e terá 128 MB de memória. O mais caro, modelo B, custará US$ 35 (R$ 70), mas terá o dobro de memória (256 MB) e também conexão à rede cabeada. No modelo mais simples, a única forma de conexão com a internet é usando um adaptador USB.

O Raspberry Pi também tem saída de áudio e saída de vídeo composto, frequentemente encontrada até em aparelhos de TV mais simples. Ele é capaz de reproduzir vídeo 1080p a 30 quadros por segundo – a qualidade de alta definição usada por vídeos em Blu-Ray.(Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

FALHA DA TECNOLOGIA FLEX (BICOMBUSTÍVEL) AJUDA A MANTER O PREÇO ALTO DO ETANOL; CARRO PODE BATER PINO COM GASOLINA
A ERA DOS LIVROS DIGITAIS JÁ COMEÇA A DESPONTAR, NO ENTANTO, CUSTO DOS E-BOOKS AINDA DESAFIA AS EDITORAS
NA ERA DO CONHECIMENTO, O QUE AS PESSOAS DESEJAM MESMO É UM FILTRO PARA ORGANIZAR AS MILHARES DE INFORMAÇÕES DE CADA DIA
CÉLULAS-TRONCO JÁ PODEM SER CRIADAS A PARTIR DE CÉLULAS EXTRAÍDAS DO DENTE DE LEITE

PARA O DIRETOR DA LINUX, JOH HALL, O MODELO DE SOFTWARE PATENTEADO DEVE ACABAR

Joh Hall: "a liberdade é algo difícil de entender"

Para o diretor executivo da Linux Internacional, o software livre não seria apenas uma garantia de liberdade na produção e no acesso a bens culturais e à informação, como também, uma forma de libertar as pessoas do controle exercido pelo software proprietário que também as coloca, indiretamete, sob o controle governamental.

A guerra do Linux
Mariano Blejman / Instituto Humanitas Unisinos (IHU)

Em 1985, Richard Stallman deixou seu lugar no MIT para fundar a Free Software Foundation. Naquele momento, Joh Hall e Richard Stallman estavam de bem. Quando o Linus Torvalds deu a conhecer o kernel Linux, não apenas usou instrumentos que Stallman estava criando com o projeto GNU, mas também a licença GPL (Generic Public License), que permitiu ao GNU/Linux ser politicamente robusto. Os caminhos se separaram quando uma corrente preferiu falar de códigos abertos, em vez de software livre.

A reportagem e a entrevista são de Mariano Blejman e estão publicadas no Página/12, 07-09-2010. A tradução é do Cepat.

Quando se pergunta a Jon Hall sobre sua relação com Richard Stallman, não faz mais que sorrir e coçar um pouco a cabeça, como quem acaba de lembrar de um amigo intratável que faz pouco tempo que não vê, mas em relação a quem segue tendo um pouco de carinho. “Conheço-o há 25 anos. Estamos de acordo em muitas coisas e em desacordo em muitas outras. Estamos de acordo em que estamos em desacordo. Mas os dois acreditamos que o software deve ser livre. E isso é bom para a sociedade. A liberdade é algo difícil de entender, meu ex-presidente tinha problemas com isso”, disse Hall. (Texto Completo).

Leia mais em Educação Política:

PRESIDENTE LULA TEM 30 ANOS DE HISTÓRIA POLÍTICA E A VELHA MÍDIA QUER QUE ELE JOGUE FORA PARA BENEFICIAR O CANDIDATO TUCANO
MODELO DE CONCESSÃO DE RODOVIAS EM SP PERMITE QUE AS CONCESSIONÁRIAS TENHAM LUCRO MAIOR QUE OS BANCOS
ARTE URBANA: TRANSFERÊNCIA E TRANSFORMAÇÃO PARA ALÉM DO GRAFITE
ACABOU A FARSA DO PAULISTA PAU-DE-ARARA; SERRA AGORA TEM QUE ENFRENTAR LULA NA TV

FESTIVAL LATINO AMERICANO DE INSTALAÇÃO DE SOFTWARE LIVRE ACONTECEU HOJE (24/04) EM 270 CIDADES DO BRASIL

Ubuntu é fácil de usar

Esta é a primeira publicação que faço no blog por meio do programa operacional Linux. Já tinha em meu computador instalado o sistema Ubuntu-linux, mas não conseguia acessar a internet. Acabei de passar no Flisol Campinas e tive a ajuda para dos organizadores.

Segundo o site da organização de Campinas, O Flisol (Festival Latino Americano de Instalação de Software Livre) está acontecendo hoje em 270 cidades no Brasil e é o maior evento de divulgação de Software Livre da América Latina. Ele acontece desde 2005 e seu principal objetivo é promover o uso de software livre, apresentando sua filosofia, seu alcance, avanços e desenvolvimento ao público em geral.
Com esta finalidade, Campinas entrará nessa maratona pelo quinto ano consecutivo, instalando gratuitamente e totalmente legal, softwares livres nos computadores levados pelos participantes. Também, paralelamente, são oferecidas apresentações, palestras e oficinas, sobre temas locais, nacionais e latino americanos a respeito do Software Livre, com toda sua variedade de expressões: artística, acadêmica, empresarial e social.

E para que trabalhar com software livre (programas de computador sem direito autoral). Um dos principais motivos é que os programas são gratuitos, além de serem mais seguros e muito mais rápidos do que o Windows. Mas sempre há alguns probleminhas que aos poucos vão diminuindo. Por exemplo, não estou conseguindo colocar o ponto de interrogação. Mas acho que vou dar um jeito.

Leia mais em Educação Política:
OFERTA DE BANDA LARGA PELO GOVERNO É LEGÍTIMA E PODE INCENTIVAR PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS
PAC 2 DEIXA DE FORA INVESTIMENTO DO ESTADO EM INFRAESTRUTURA DA INTERNET BANDA LARGA E ISSO NÃO É NADA BOM PARA A ECONOMIA
OS R$ 7 BILHÕES DO FUNDO DE TELECOMUNICAÇÕES (FUST) DEVERIAM SER APLICADOS TOTALMENTE NO PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA
VEJA SÓ COMO É O LIBERALISMO NAS TELECOMUNICAÇÕES DO BRASIL: CAPITALISTAS NÃO GOSTAM DE CAPITALISMO, PARA ELES
%d blogueiros gostam disto: