Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: Michel Temer

PMDB É ALIANÇA DOS INFERNOS: MICHEL TEMER, HENRIQUE ALVES E MIRO TEIXEIRA IMPEDEM CONVOCAÇÃO DE JORNALISTA PARCEIRO DE CACHOEIRA

Henrique Alves e Miro Teixeira: sob ordens de Michel Temer

Protetores do antijornalismo

Por Leandro Fortes

Na terça-feira 14, de posse de uma análise preparada por técnicos da CPI do Cachoeira a partir de interceptações telefônicas e documentos da Polícia Federal, o deputado Dr. Rosinha (PT-PR) estava pronto para um embate e tanto: requerer a convocação do jornalista Policarpo Jr., diretor da revista Veja em Brasília. Seria a segunda tentativa da CPI de ouvir Policarpo, mas o PT decidiu retirar o assunto de pauta, por enquanto, até conseguir convencer o PMDB a participar da empreitada. Antes, o senador Fernando Collor (PTB-AL) havia tentado sem sucesso convocar o jornalista.

O documento de mais de cem páginas elaborado por técnicos da CPI, publicado em seus principais detalhes na edição passada de CartaCapital, prova de diversas maneiras a ligação de Policarpo Jr. com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, a quem o diretor da semanal da Editora Abril chegou a solicitar um grampo ilegal contra o deputado Jovair Arantes (PTB-GO).

Na segunda-feira 13, um dia antes da data prevista para Dr. Rosinha se manifestar, uma tensa reunião ocorrida na casa do deputado Jilmar Tatto (SP), líder do PT na Câmara, tornou possível dimensionar a força do lobby da Abril sobre a bancada de quatro deputados do PMDB na comissão. O grupo atendia aos apelos do vice-presidente da República, Michel Temer, presidente do partido, e do deputado Henrique Eduardo Alves, líder da sigla na Câmara.

Constrangidos, incapazes de articular uma desculpa coerente, os peemedebistas da CPI continuam a negar apoio ao PT na empreitada. Na reunião, voltaram a se prender à falsa tese dos riscos da convocação à “liberdade de imprensa” no País. Eram eles os deputados Luiz Pitiman (DF) e Iris de Araújo (GO) e os senadores Sérgio de Souza (PR) e Ricardo Ferraço (ES).

Não há, obviamente, nenhuma relação entre um jornalista depor em uma CPI e um suposto atentado à liberdade de imprensa. No caso de Policarpo Jr., o argumento soa ainda mais esdrúxulo, uma vez que o jornalista já depôs na Comissão de Ética da Câmara, em 22 de fevereiro de 2005, no processo de cassação do ex-deputado André Luiz (PMDB-RJ).

Policarpo lá esteve, como voluntário, para defender ninguém menos que Cachoeira, a quem André Luiz pretensamente queria subornar para evitar a inclusão do nome do bicheiro no relatório final de outra CPI, a da Loterj (estatal fluminense de loterias), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Na casa de Tatto, a defesa da liberdade de imprensa foi o bastião dos peemedebistas. Do lado do PT, além do anfitrião e de Dr. Rosinha, estavam os deputados Odair Cunha (MG), relator da comissão, e Emiliano José (BA) e o senador José Pimentel (CE). Por mais de uma hora, os petistas revezaram-se na argumentação baseada tanto no documento preparado pelos técnicos da comissão quanto na reportagem de CartaCapital. Pouco adiantou. O PMDB não tinha ido negociar, apenas reforçar a orientação de Temer e Alves. (Texto integral)

Veja mais em Educação Política:

 

A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF PRECISA TER UM OLHO NO PEIXE, OUTRO NO GATO, OU MELHOR: UM NO GOVERNO E OUTRO NO VICE

Dilma, é bom tomar cuidado com o PMDB atrás de você

O PMDB tem grandes quadros, mas não é um partido confiável, principalmente por suas relações intrínsecas com as empreiteiras e o poder econômico. Se se quer realmente governar, muitas vezes é preciso não ceder à pressão dos poderosos. Isso parece ter sido uma grande dificuldade para o governo de Agnelo Queiroz (PT) com vice peemdebista.

Depois das revelações da Operação Monte Carlo, de que o vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filipelli (PMDB) estava conspirando para derrubar o governador Agnelo Queiroz (PT), como mostra  trechos do inquérito vazado, é bom a presidenta Dilma Rousseff ficar de olho bem aberto, ou melhor: um no governo e outro no PMDB.

Veja mais em Educação Política:

POR ONDE ANDARÁ GILMAR MENDES, O MINISTRO DO SUPREMO QUE CONDENOU O ‘ESTADO POLICIAL’ JUNTO COM DEMÓSTENES TORRES?
“REVISTA VEJA SE ASSOCIOU AO CRIME ORGANIZADO”, DIZ DEPUTADO FERNANDO FERRO. O LEITOR É CÚMPLICE OU LARANJA?
FESTINHA NA CASA DO DEMÓSTENES: SÓ GENTE FINA E MUITA GARGALHADA: “ESTOU FORA DO CRIME HÁ MUITOS ANOS”, DISSE CACHOEIRA AO GOVERNADOR
ESCÂNDALO DO SENADOR DEMÓSTENES TORRES ENVOLVE A ALTA CÚPULA DO PODER JUDICIÁRIO, ABALA A REPÚBLICA E AS AMENIDADES ESTAMPAM OS JORNAIS

PMDB CAIU NA LÁBIA DA OPOSIÇÃO (DIGO VELHA MÍDIA) QUE DEFENDE O ACHINCALHE DO GOVERNO DE DILMA ROUSSEFF

Michel Temer: o trunfo de Dilma Rousseff

O PMDB caiu na lábia dos porta-vozes da oposição (a velha mídia) com a construção do blocão para chantagear e sugar o dinheiro do povo brasileiro. O pior é que foram incentivados pela própria grande mídia, que logo após a derrota de José Serra começou a lançar suas esperanças oposicionistas no PMDB.  A velha mídia incentivou o PMDB a achincalhar o governo e parece que o partido caiu.

O problema do PMDB é que Michel Temer é o vice-presidente. As dificuldades que o partido colocar para Dilma Rousseff vão cair nas costas de Temer. Dificilmente o PMDB vai inviabilizar o governo de Michel Temer, que pode perder espaço no governo Dilma. Caso o PMDB não tivesse o vice-presidente, as coisas poderiam ser bem piores para Dilma. Mas Temer é o líder que fez o partido se aliar ao governo e agora é parte do governo.

Portanto, o mais provável é que esse conflito entre PT e PMDB continue a existir até o final do mandato, mas apenas em situações isoladas.

Leia mais em Educação Política:

FALA SÉRIO OU É PIADA? VEJA MARCELO ADNET COMO UM TUCANO DE MIAMI E O MEDONHO COMENTÁRIO NA RETRANSMISSORA DA GLOBO

ESTADÃO QUER DESTRUIR O GOVERNO DILMA ROUSSEFF: JORNAL QUER EMPLACAR PALOCCI NAS COMUNICAÇÕES E CHALITA NA EDUCAÇÃO

NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESTE PAÍS: BRASIL ELEGE UM PROJETO POLÍTICO E NÃO UM LÍDER

IMPRESSIONANTE: MINISTRO DA EDUCAÇÃO, FERNANDO HADDAD, CONVIDA REDE GLOBO A FAZER JORNALISMO SÉRIO

PMDB NÃO PERDE TEMPO; FOI SÓ DILMA ROUSSEFF PASSAR SERRA NAS PESQUISAS PARA O PARTIDO JÁ INDICAR O VICE

Temer: o melhor entre os cotados para vice

A indicação de Michel Temer a vice na chapa de Dilma Rousseff (PT) para a presidência da República mostra um estilo bem peemedebista de fazer política. Ou seja, quer sempre estar no poder e tem sido assim desde o fim da ditadura militar.

O partido de Temer estava durão por causa de alguns problemas estaduais, onde há candidatos petistas e do PMDB disputando espaço político, mas bastou aparecerem duas pesquisas em que Dilma ultrapassa de José Serra nas intenções de voto para que o partido já indicasse o vice. O PMDB tem uma máquina política representada com cerca de 1.200 prefeitos no interior do país e o governo federal tem os resultados econômicos e sociais dos últimos anos. As chances de vitórias são muito grandes.

E Michel Temer é o melhor que o partido poderia oferecer ao PT. Diferente de Henrique Meirelles (ligado ao mercado financeiro) e Hélio Costa (ligado ao oligopólio da mídia), Temer tem um perfil mais tradicional (com seu nome mais ligados a empreiteiras). Além te ter um perfil discreto como político, ele teoricamente afasta um pouco do Palácio do Planalto os lobbys do mercado financeiros e das grandes mídias monopolistas, intimamente ligados aos outros dois cotados para vice.

Leia mais em Educação Política:

ELEITOR DO DEM, PSDB E PMDB TEM MAIS CHANCE DE VOTAR EM UM POLÍTICO CORRUPTO, MAS MATÉRIA DO GLOBO TEM ERRO BÁSICO
CAMPANHA PARA AS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS DE 2010 ESTÁ A TODO VAPOR; JOSÉ SERRA, DO PSDB, FEZ ATÉ GIBI
O AZAR DE JOSÉ SERRA: CANDIDATO DO PSDB TEM O BONDE DA MÍDIA, MAS NÃO SE ENCAIXA NO BONDE DA HISTÓRIA
PSDB QUIS VENDER E MUDAR O NOME DA PETROBRAS, MAS AGORA É UMA DAS MARCAS MAIS VALIOSAS DO MUNDO
GILMAR MENDES: UMA DAS PIORES HERANÇAS DO PSDB PORQUE É UM LEGADO NA CÚPULA DO PODER JUDICIÁRIO E VITALÍCIO
%d blogueiros gostam disto: