Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: pintura

VÍDEO: MESTRES DO RENASCIMENTO ITALIANO

A PINTURA EM CICHETES JOGADOS NA RUA DO ARTISTA INGLÊS BEN WILSON

A ILUSÃO DE ÓTICA NA ARTE URBANA DO ARTISTA PLÁSTICO ARGENTINO EDUARDO RELERO

AS CORES E TONS DAS BAIANAS E DO ARRAIÁ DE ERMELINDA DE ALMEIDA, CEARENSE RADICADA NO RIO DE JANEIRO

UMA PROFUSÃO DE SERES E CORES NA ARTE DO GAÚCHO CARLOS ALBERTO DE OLIVEIRA

AS CORES DA ARTE DO SERGIPANO ISMAEL PEREIRA

CORES DE PRIMAVERA E VIDA NA ARTE DELICADA DE YURY OBUKHOVSKIY

AS LUZES, OS TONS, O MOVIMENTO DA PAISAGEM NA OBRA DE WILLIAM HOOK

A ARTE DE STEPHEN PAN: ROSTOS E CORPOS FEMININOS EM CORES, MOVIMENTO E SILÊNCIO

ARTE URBANA: TRANSFERÊNCIA E TRANSFORMAÇÃO PARA ALÉM DO GRAFITE

Trabalho do artista MZK, eixo "Mauditos"

Talita Hoffmann, Sem título, 2010

De um cenário bucólico, de formas infantis e retas, pode-se ver um corpo vermelho esculpido em formas geométricas a exalar uma espécie de alma que brota de dentro para fora, mas não se revela, tampouco se mostra. Tudo permanece sutil e levemente insinuado, vive-se uma experiência extracorpórea. Na mais perfeita reedição da catarse, um sair de dentro de si mesmo. Em outra tela, o que se vê são cores fortes, alegres, uma estética bem brasileira, formas simples, a natureza e o homem juntos, trocando experiências, sensações. Um rio corre e parece insinuar o movimento da vida, enquanto pássaros vestem o humano e o sapo apenas espia. A imagem onírica de um sonho lúcido, de uma obra livre.

Essas descrições são de dois trabalhos que compõem a mostra “Transfer” que fica em cartaz no recém-reformado e inaugurado Pavilhão das Culturas Brasileiras (antigo Prodam) no Parque Ibirapuera, em São Paulo, até o próximo dia 12 de setembro.

São 300 trabalhos e mais de 70 artistas nacionais e internacionais ligados a diferentes manifestações culturais como o punk, o hip-hop, o fanzine e o grafite que uniram suas pinturas, desenhos, fotografias, músicas, vídeos e registros de intervenções urbanas para traçar um panorama da arte urbana e contemporânea.

A organização e montagem da exposição está em total harmonia com o espírito inovador e aglutinador da arte popular. Em alguns momentos, há a intervenção de um skatistas profisisonais que passeiam pela exposição o que ajuda a mostra a se aproximar e refletir quase que diretamente o espírito da arte popular que muitas vezes dialoga com a cultura do skate, assim como este dialoga com a arquitetura dos grandes centros.

A exposição no Pavilhão das Culturas Brasileiras parece ser, portanto, uma recriação de um universo que sobrevive em meio às cores cinzentas das grandes cidades, ao barulho de vozes e carros, à pressa urgente e quase existencial, à racionalidade extrema e quase universal.

A arte urbana é um momento de transferência e transformação, como o nome Tranfer sugere, já que ela transfere o seu expectador de uma realidade para outra e nessa transferência faz com que não apenas ele se transforme, como também a realidade e o mundo frenético que a abraça e recebe.

Vem em boa hora essa exposição, um momento onde se discute e se redescobre a arte popular naquilo que ela tem de mais essencial, afinal, é preciso entender que a arte popular vai muito além do grafite, este é apenas uma das suas muitas e originais formas de expressão!

A curadoria da mostra é coletiva o que resultou em uma variedade de trabalhos divididos em quatro eixos:
Intervencionistas, Mauditos, Autoindicados e Beautiful Losers. Todos os grupos, ajudam a pensar na complexidade da arte popular e no seu importante papel dentro do cenário múltiplo e dinâmico da arte contemporânea.

Carla Barth, Sonho Lúcido, 2010

Luciano Scherer, Experiência Extracorpórea, 2010

Leia mais em Educação Política:

MUDANÇA NA LEI DO DIREITO AUTORAL É A CHANCE DE ACABAR COM A EXCLUSÃO CULTURAL NO BRASIL
GRAFITEIROS FAZEM DOS BUEIROS DE SÃO PAULO BELA TELA PARA SUAS OBRAS DE ARTE
EM LITERA-RUA, O ESCRITOR FERRÉZ EXERCITA A CRIATIVIDADE EM UM BELÍSSIMO JOGO DE PALAVRAS
OS MÚLTIPLOS ROSTOS DE VAN GOGH

A BELEZA REAL E FORTE DAS IMAGENS DE ANTONI BERNI

%d blogueiros gostam disto: