Educação Política

mídia, economia e cultura – por Glauco Cortez

Arquivos de tags: sigilo

CAFÉ COM LEITE: PSDB DE AÉCIO QUEBROU O SIGILO FISCAL DE EDUARDO JORGE, DO PSDB DE SERRA

Caiu a máscara pela segunda vez.

A política do café com leite e pão de queijo recheado com quebra de sigilo

A primeira foi a história do aborto, que não se fala mais. Agora é a vez do sigilo fiscal.

As informações vazadas até o momento dão conta de que Amauri Jr foi o mandante da quebra de sigilo de Eduardo Jorge do PSDB. O repórter afirmou que pediu a quebra de sigilo para proteger Aécio Neves de José Serra. Se até o Aécio precisa de proteção de José Serra, imagina seus adversários.

A quebra do sigilo aconteceu quando ele trabalhava no Jornal Estado de Minas, ligado ao governador mineiro Aécio Neves. Na época da quebra, setembro de 2009,  Aécio e Serra viviam em guerra pela candidatura à presidência.

As evidências são fortíssimas de que o PSDB mineiro está por trás da quebra de sigilo do PSDB paulista. Para Nassif, isso já é uma certeza da Polícia Federal.

“A conclusão final do inquérito foi a de que Amaury trabalhou no dossiê a serviço do Estado de Minas e do governador Aécio Neves – como uma forma de se defender de esperados ataques de José Serra”, diz Nassiff.  (Texto completo)

O candidato José Serra provavelmente já sabia disso, mas acusou sem provas a candidata Dilma Rousseff de estar ligada à quebra de sigilo e deve continuar a fazer isso com o apoio da grande mídia.

A reportagem da Folha, publicada na Folha on line também nos faz crer de que foi uma guerra interna do PSDB. Veja trecho:

“O repórter disse que iniciou seu trabalho de investigação quando era funcionário do jornal “Estado de Minas”, para “proteger” o ex-governador tucano Aécio Neves –que à época disputava internamente no PSDB a candidatura à Presidência.

Amaury não admitiu que pagou pelos dados nem que pediu a quebra de sigilo fiscal dos tucanos. O despachante Dirceu Rodrigues Garcia, porém, declarou à PF que o jornalista desembolsou R$ 12 mil em dinheiro vivo e que entregou a ele as informações protegidas por lei.

Amaury não disse à polícia se recebeu ou não orientação de Aécio ou de outros políticos de PSDB de Minas para levar adiante a pesquisa. Afirmou que iniciou a apuração após ter tomado conhecimento de que uma equipe de inteligência liderada pelo deputado Marcelo Itagiba (PSDB-RJ), ligado a Serra, estaria reunindo munição contra Aécio.” (Texto completo )

Leia mais em Educação Política:

QUANDO JOSÉ SERRA ATACA O PT COMO INSTITUIÇÃO ESTÁ ATACANDO MARINA SILVA TAMBÉM
FOLHA: SHEILA RIBEIRO, QUE É FILHA DE MILITANTE DO PSDB, DIZ QUE SUA EX-PROFESSORA, MÔNICA SERRA, FEZ ABORTO NO CHILE
DUAS HISTÓRIAS SOBRE O VOTO CONSCIENTE EM JOSÉ SERRA, DO PSDB
MÁRIO COVAS E BRIZOLA NÃO VACILARAM; APOIARAM LULA E O PT CONTRA O CANDIDATO CONSERVADOR; E AGORA MARINA?

O PRESIDENTE LULA FOI NO PONTO CRUCIAL: CADÊ O SIGILO DE VERÔNICA SERRA? CADÊ O SIGILO DE EDUARDO JORGE?

O eleitor ideal para a velha mídia

Por que a velha mídia não responde a várias perguntas?

Veja algumas perguntas que não querem calar:

Por que alguém ou algum adversário teria interesse em violar o sigilo da filha de José Serra? Por que não violaram o sigilo da mulher de José Serra? Estranho, só da filha?

Afinal, o que se revelou sobre o sigilo de Verônica Serra? Até o momento nenhuma reportagem mostra o que foi violado.

O presidente Lula foi no ponto central: cadê a quebra de sigilo de Verônica Serra?

Por que se teria violado o sigilo de Eduardo Jorge? Quem é Eduardo Jorge? Qual a sua função durante a privatização tucana?

A velha mídia não responde a essas questões porque se transformou em órgão extra oficial dos tucanos.

Os jornais Folha de S.Paulo e Estadão, além da Rede Globo e outros mantêm uma cobertura que mais parece panfleto travestido de reportagem. É só um lado da reportagem. Essa eleição mostra um Brasil contra a grande mídia?

Mas afinal,

Por que alguém teria interesse no sigilo de Verônica Serra e Eduardo Jorge? Seriam eles suspeitos de terem sociedade com bandidos, corruptos, etc? E supondo que Verônica Serra e Eduardo Jorge estivessem participando de um grande esquema de corrupção e, por isso, alguém tentou violar o sigilo, isso não é importante?

O importante para a velha mídia é somente proteger o sigilo de um possível corrupto?

O sigilo fiscal só se torna tabu quando é preciso proteger a corrupção.

Por que não se questiona isso?

Leia mais em Educação Política:

JOSÉ SERRA, QUE SE REÚNE A PORTA FECHADA COM MILITARES, QUERIA QUE LULA CENSURASSE A INTERNET
SERRA: GOLPISMO INCONSEQUENTE CONTRA A DEMOCRACIA E COM ACUSAÇÕES SEM PROVA
PESQUISAS DE INTENÇÃO DE VOTO PODEM ESTAR INFLANDO OS NÚMEROS DE DILMA ROUSSEFF
LAVANDERIA SEM CHAVE: JOSÉ SERRA TENTA GANHAR VOTO COM TEMA QUE INTERESSA PRINCIPALMENTE AOS CORRUPTOS

LAVANDERIA SEM CHAVE: JOSÉ SERRA TENTA GANHAR VOTO COM TEMA QUE INTERESSA PRINCIPALMENTE AOS CORRUPTOS

A lavanderia da corrupção precisa do sigilo fiscal

A violação de sigilo fiscal de qualquer pessoa é muito grave e precisa ser investigada. Mas no estado democrático que o Brasil vive atualmente, isso não deveria ser tema político, mas legal.

O sigilo fiscal é um instrumento que garante a liberdade para o cidadão, mas é também um meio de facilitar a corrupção e manter a desigualdade social e econômica escandalosa de um país.

É um instrumento importante que lobistas podem usar para corromper, por exemplo, um processo de privatização.  Mas ninguém (que tenha dinheiro lícito ou ilícito) quer ver seu sigilo fiscal violado pelo Estado; isso é deprimente. No Brasil de hoje há inúmeros controles. O terrível seria a violação num estado ditatorial.

O presidenciável, José Serra, do PSDB, tenta usar a possível violação de sigilo fiscal de alguns graúdos do PSDB envolvidos nos escândalos da privatização da telefonia em mote de campanha eleitoral.

O que isso interessa para o trabalhador que vê descontado o imposto no seu holerite e não tem o menor pudor com o sigilo fiscal? O trabalhador pode pensar: que se dane o sigilo desses caras envolvidos em escândalos durante a privatização.

Será que a velha e grande mídia vai conseguir convencer o trabalhador que ganha dois salários mínimos de que ele deve ficar muito preocupado com a violação de sigilo de um graúdo do PSDB? Pode ser que sim, mas vai ser difícil.

Apesar da importância que a velha mídia dá a esse fato, ele não abala em nada a democracia brasileira. Pelo contrário, é preciso apurar a fundo a participação dessas pessoas durante a privatização do governo FHC.

Leia mais em Educação Política:

SERRA MOSTRA LULA NO HORÁRIO POLÍTICO E PROVA QUE PSDB NÃO TEM PROJETO POLÍTICO
CRÍTICAS DE MARINA SILVA A JOSÉ SERRA PODEM TER CHEGADO TARDE DEMAIS
HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO É UM GRANDE AVANÇO DA DEMOCRACIA BRASILEIRA
EX-GABEIRA, UMA MAGISTRAL FALA DO CANDIDATO A GOVERNADOR DO PSOL, JEFFERSON MOURA, DO RIO DE JANEIRO
%d blogueiros gostam disto: