Categorias
NOTÍCIA O PLANETA E SEU HOMEM

TURBINA EÓLICA DE EIXO VERTICAL É CAPAZ DE APROVEITAR ATÉ DEZ VEZES MAIS A ENERGIA DOS VENTOS

Novo modelo traz maior economia de energia
Novo modelo traz maior economia de energia

Do Ciclo Vivo

Brasileiro cria turbina eólica de eixo vertical altamente eficiente

O inventor brasileiro Antonio Bossolan é o responsável pela criação da “Turbina eólica de eixo vertical”, que é capaz de aproveitar até dez vezes mais a energia dos ventos que passam por ela. A inspiração surgiu pela necessidade de tornar os sistemas eólicos mais eficientes.

De acordo com Bossolan, as turbinas eólicas convencionais desperdiçam muita energia. Estas turbinas são capazes de captar a força dos ventos que correm apenas entre as pás, sendo que toda a parte da base, que também é ventilada, não retém a energia que passa por ela.

O modelo idealizado pelo brasileiro possui um grande número de pás móveis, instaladas por quase toda a sua estrutura e que se posicionam sempre com a face no sentido vertical na direção dos ventos e horizontal no sentido contrário dos ventos.

Os conjuntos de quatro pás, em formato de cruz, podem ser empilhadas, ficando com a aparência de uma árvore, e tendo a finalidade de ocupar toda a base para, desta forma, captar ainda mais a energia dos ventos. Quanto maior as proporções da turbina, bem como o número de conjuntos de pás empilhadas, maior será o aproveitamento da energia eólica.

Antonio Bossolan, já possui patente nacional e internacional, mas ainda está em busca de parceiros e investidores para transformar o conceito em uma estrutura real. (Texto original)

Leia mais em Educação Política:

Categorias
AGÊNCIA EP NOTÍCIA

FÓRUM SOCIAL DE PORTO ALEGRE TEM COMO FOCO DAS DISCUSSÕES A CRISE FINANCEIRA INTERNACIONAL E O MEIO AMBIENTE

Diversidade pode ser considerada uma das palavras chaves para descrever um pouco do espírito do Fórum Social Temático que começou na última terça-feira (24/01) em Porto Alegre e vai até o próximo domingo (29/01). Com o foco das discussões voltado para a crise financeira internacional e para as questões ambientais, um dos principais objetivos do encontro é justamente a discussão de propostas para a Rio+20, conferência da ONU sobre sustentabilidade que acontece em junho, no Rio de Janeiro.

Mesmo direcionado para a pauta ambiental, o evento não deixa de garantir espaço para discussão de outros temas, como a causa GLBT e reserva um espaço para que o grupo participe, discuta suas propostas e amadureça suas lutas. Para integrantes do movimento GLBT, o movimento significa a chance de divulgar a sua causa, como mostra notícia publicada pela Carta Maior.

Em torno da questão ambiental, ideias como a da sustentabilidade e coletividade ganham força na expressão de grupos que participam do evento e compartilham propostas e experiências. Alguns participantes reclamaram do caráter “oficial” que o Fórum estaria tomando já que, este ano, o evento conta com a presença da presidente Dilma Rousseff.

No entanto, a opinião não é partilhada por todos os participantes e, talvez, a presença da presidente Dilma não signifique necessariamente a perda do sentido do Fórum como um espaço de discussão e debate dos meios alternativos, dando-lhe uma conotação oficial, e sim uma forma de trazer as pautas alternativas para as discussões do governo e do país. O interesse do governo pela causa alternativa e pela diversidade não faz dela menos nobre.

O importante é não abandonar as propostas e continuar levantando o histórico lema de que “Um outro mundo é possível”!

Veja trecho de notícia sobre o assunto:

Marcha de abertura celebra o Fórum Social
Carta Maior conversou com ativistas que participaram da marcha de abertura do Fórum Social Temático, em Porto Alegre, e ouviu muitas declarações de entusiasmo, mas também reclamações. Encontro acontece até o próximo domingo (29) e foca temas relacionados à crise financeira internacional, ao meio ambiente e à Rio+20.

Por Marcel Gomes, com Felipe Blumen, Caio Mello e André Cristi

Porto Alegre – Nem o calor intenso do início ou a chuva forte no trecho final prejudicaram a “harmonia” da marcha de abertura do Fórum Social Temático, que começou nesta terça-feira (24) em Porto Alegre. O encontro que carrega o histórico lema “Um outro mundo é possível” acontece até o próximo domingo (29).

A caminhada entre o centro da capital e o Anfiteatro do Pôr-do-sol, onde ocorreriam apresentações musicais, ocorreu com muita animação. Milhares de manifestantes participaram da atividade, muitos exibindo bandeiras e faixas de movimentos sociais, sindicatos e ONGs. Outros tocavam instrumentos musicais e assopravam apitos.

Membro do Grupo Somos, que discute em Porto Alegre temas do movimento GLBT, Sandro Ka, de 30 anos, celebrava a chance de divulgar sua causa. ”O Fórum nos interessa porque sempre foi um evento marcado pela diversidade e pluralidade, não só das pessoas, mas também dos temas. Aqui a gente tem a oportunidade de demarcar e fortalecer nosso espaço como grupo”, afirmou.

O Fórum Social Temático tem como foco das discussões a crise financeira internacional e o meio ambiente. O debate de propostas para Rio+20, conferência da ONU sobre sustentabilidade que acontece em junho, no Rio de Janeiro, é um dos principais objetivos do encontro. Mesmo assim, não faltam espaços para a discussão de temas diversos, como a causa GLBT.

Interessados no debate sobre sustentabilidade, a estudante de arquitetura chilena Barbara Torres, de 27 anos, e o aluno de filosofia Juliano Bonamigo, de 28, deixaram o Ecoacampamento Aldeia da Paz para participar da marcha. (Texto completo)

Leia mais em Educação Política:

TRIBUNAIS MILIONÁRIOS: MAGISTRADOS NO RIO RECEBEM SALÁRIOS QUE VARIAM DE R$ 40 MIL A R$ 150 MIL REAIS
VÍDEO BOMBA SOBRE A POLÍTICA SOCIAL DO PSDB E GERALDO ALCKMIN NO PINHEIRINHO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS (SP)
RETIRADA DE MORADORES DO ASSENTAMENTO PINHEIRINHO, EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, É CLASSIFICADA COMO UM “MASSACRE” POR MORADORES DA REGIÃO
BRASIL É O SEGUNDO PAÍS MAIS DESIGUAL DO G-20, FICANDO À FRENTE APENAS DA ÁFRICA DO SUL, DIZ ESTUDO